1_Praia do Bom Sucesso
2_Praia do Bom Sucesso
3_Praia do Bom Sucesso
4_Praia do Bom Sucesso
5_Praia do Bom Sucesso
6_Praia do Bom Sucesso
7_Praia do Bom Sucesso
8_Praia do Bom Sucesso
9_Praia do Bom Sucesso
10_Praia do Bom Sucesso
11_Praia do Bom Sucesso
12_Praia do Bom Sucesso
13_Praia do Bom Sucesso
14_Praia do Bom Sucesso

Praia do Bom Sucesso

The Rua da Praia do Bom Sucesso had its apogee at the end of the nineteen century. After that it lost its summer look in favor of other beaches upstream the Tagus mouth and along the Cascais Line.

At that time the logistics port warehouses won the exclusive of the river banks.

Only later by the end of the twentieth century this riverbank area received a change of use for services and more recently for housing.

The idea was to adopt a logistic warehouse morphology decomposed into two volumes that merge and partially separate in the center of the lot, from which three courtyards are born, each one serving one of the three houses. The fragmentation provides complementary lighting to the interior space.

The preservation of the North facade that faces Rua da Praia do Bom Sucesso allows a chronological testimony that makes the morphological transition on both sides of the building.

The building is gradually decomposed by the standardized subtraction of its volume creating a difference between both sides of the building: a harder and opaque plane on the North side and a light transparent composition revealing the new metallic skeleton on the South.

A Rua da Praia do Bom Sucesso teve o seu apogeu nos finais do séc. XIX. Após a passagem do século, foi perdendo o seu carácter de veraneio em favor de outras praias a montante da foz do Tejo e ao longo da Linha de Cascais.

Nessa altura os armazéns logísticos ligados à actividade portuária ganharam o exclusivo das margens do rio.

Só muito mais tarde, já nos finais do século XX esta área ribeirinha foi recebendo uma alteração de uso para serviços e, só mais recentemente, de habitação.

A ideia reside na adopção de uma morfologia logística de armazém para a utilização de habitação decomposta em dois volumes de duas águas que se fundem e se separam parcialmente no centro do lote, donde nascem os três pátios de cada uma das três fracções. A fragmentação proporciona iluminação complementar ao espaço interior.

A preservação da fachada Norte que é voltada para a Rua da Praia do Bom Sucesso permite que se guarde um testemunho cronológico que faz a transição morfológica dos dois lados do edifício.

Desde esta fachada o edifício é gradualmente decomposto pela subtracção padronizada do seu volume. Torna-se clara a diferença entre um lado e outro do edifício: a Norte um plano mais duro e opaco e a Sul um volume ritmado pela nova estrutura que deixa à visto o novo esqueleto estrutural metálico a nível do piso 1.

year:
client:

Private

location:

Lisbon, Portugal

status:

ongoing project

team:

André Ribeiro
João Ribeiro de Almeida
André Pinto da Cunha

photography: