1_Igreja de Cascais
2_Igreja de Cascais
3_Igreja de Cascais
4_Igreja de Cascais
5_Igreja de Cascais
6_Igreja de Cascais
7_Igreja de Cascais
8_Igreja de Cascais
9_Igreja de Cascais
10_Igreja de Cascais

Igreja Matriz de Cascais

The former Piedade Convent located near the Citadel Fort was originally built in the mid-17th century, with the original design possibly by João Nunes Tinoco, and its style is a notable example of architecture called Bel-Composto, in the context of the National Baroque. The rectangular plan with a central corridor, includes an adjacent staircase that serves three floors, an attic and a basement.

In the twentieth century the church has been subject to successive interventions that have altered its interior and its exterior morphology. The worst was the construction of the two adjacent volumes next to the side facades obstructing the four large windows that made the interior almost without natural light.

The present project intends to carry out the works of improvement of the quality and functionality of the space of the assembly and of the presbytery aiming at their adaptation to the meanings of the liturgy. The intention is to program this intervention in a valuation and safeguard of the historical and cultural characteristics of the interior.

The guiding concept of the proposal was the conquest of light. The loss of the natural light was decisive. In general, the space gained a clearer reading of the whole and its parts. This purpose was also underlined by the contemporaneity of the intervention which, without imposing itself on space, values ​​its patrimonial characteristics.

Within the scope of the project a supplementary idea is still stand by: the unobstruction of the side windows.

Situada na proximidade do Forte da Cidadela do antigo Convento da Piedade o edifício foi originalmente construído a partir de meados do século XVII, sendo o desenho original atribuído possivelmente a João Nunes Tinoco, e o seu estilo constitui um exemplo notável de arquitectura denominada Bel-Composto, no contexto do Barroco Nacional. O palacete de planta rectangular e corredor central, iclui uma caixa de escadas a servir três pisos, um sótão e uma cave.

Já no século XX e até aos dias de hoje a igreja foi objecto de sucessivas intervenções pontuais que foram alterando o seu interior e a sua morfologia exterior. Desta vasta lista são de salientar a construção dos dois corpos adjacentes às fachadas laterais (com infra-estruturas especiais de águas, esgotos e electricidades) que tornaram interiores os quatro vãos iluminantes da nave, a remoção da teia, etc.

O projecto procedeu às obras de beneficiação da qualidade e funcionalidade do espaço da assembleia e do presbitério visando a sua adequação aos significados da liturgia. A intervenção desenvolveu-se numa óptica de valorização e salvaguarda das características históricas e culturais do espaço interior do corpo da igreja.

O conceito orientador da proposta é a conquista de luz. A perda da iluminação natural proveniente dos vãos iluminantes foi determinante para que a necessidade de qualificar o espaço com melhor iluminação fosse uma linha orientadora no processo criativo. De uma forma geral, o espaço ganhou uma leitura mais clara do todo e das suas partes. Este propósito é também sublinhado pela contemporaneidade da intervenção que, sem se impor no espaço, valorizou as suas características patrimoniais.

No âmbito desta intenção está ainda em stand by uma ideia essencial: a desobstrucção dos vãos iluminantes da nave principal.

year:
client:

Paróquia de Cascais

location:

Cascais, Portugal

status:

built

team:

Pedro Araújo
Francisco Lobo
António Silva
Sofia Casinhas
António Fraga

photography:

António Costa Lima